Páginas

sábado, 17 de janeiro de 2009

Poesia... LÁGRIMAS II

LÁGRIMAS II

Algo está acabando comigo
Não sei bem o que é
Talvez seja a falta de amigo
Ou falta de uma xícara de café

Sinto uma forte dor
Dor de um coração dilacerado
Talvez sejam as ondas de calor
Ou o murmúrio dos ventos passados

Sei que meus olhos estão sempre a chorar
E um rosto já fez parte do meu viver
Será que estou sempre a sonhar?
Ou a enlouquecer?

Não sei bem
Só tenho certeza
De sempre querer ir além
Ser forte como a natureza

Acho que encontrei a razão
Essa dor, essa dor, oh dor!
Que sinto em meu coração
São lágrimas de amor

Este rosto na minha iluminação
Rosto que eu nunca quis esquecer
Mais existe essa solidão
Que a mim vem fazer sofrer

(Lucimar Simon)

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Após a leitura do texto poste um comentário se quiser.
Ficarei muito feliz em saber que você leu e algo de importante foi acrescentado a sua vida e pensamento. Sim, outra coisa. Respostas aos comentários serão dadas aqui, se estes forem pertinentes ou necessarios dos mesmos. Por tanto volte após seu comentario. Volte sempre a casa é sua é nossa é de quem vier.